terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Fear Effect, Gex e Anachronox: jogos poderão reviver com a ajuda de desenvolvedores indies.


Square Enix possui um projeto chamado “Square Enix Collective“, que trata-se de uma plataforma para ajudar desenvolvedores independentes a encontrar uma audiência maior para seus projetos, possibilitando aos pequenos estúdios utilizar recursos que a Square oferece. Os desenvolvedores indies continuam com sua liberdade de criação em todos os momentos, mas possuem uma grande empresa como resguardo.
No entanto, após uma experiência com o jogo Goetia, que alcançou ontem o seu objetivo no Kickstarter e agora será desenvolvido com o apoio da Square e a ajuda de desenvolvedores indies, a empresa decidiu liberar três propriedades intelectuais da Eidos, sendo Gex, Anachronox e o antológico Fear Effect.
Goetia já é o terceiro projeto que consegue sucesso dentro do programa Collective. O projeto foi reaberto após ficar um tempo fechado pela alta quantidade de demanda. Pela primeira vez, os produtores independentes poderão ter a oportunidade de mostrar suas ideias para essas três franquias que foram grande sucesso no passado da Eidos e que muita gente gostaria de ver novamente nos dias de hoje. Fear Effect é o que mais anseio por ver novos conteúdos, até porque me lembro que no PSOne a Eidos alcançou uma qualidade incrível com os dois jogos que foram lançados. Gex poderia muito bem se encaixar em um jogo de plataforma com uma pegada indie e o personagem é altamente carismático.
O líder de projetos do Collective se pronunciou sobre a nova fase do programa, dizendo

“Estou empolgado em ver o que os talentosos times de desenvolvimento poderão fazer com Gex, Anachronox ou Fear Effect. Vamos monitorar a resposta desta ação com cuidado antes de decidir quais IPs vamos liberar no futuro. “

Essa iniciativa da Square é muito inteligente, pois une a oportunidade que ela da aos pequenos desenvolvedores com a possibilidade de reviver grandes projetos que hoje em dia seriam arriscados demais para a empresa lidar, principalmente se comprometer os grandes estúdios como a Crystal Dynamics ou a própria Eidos, que com certeza estão focados nas marcas mais rentáveis no momento, como Tomb Raider e Deus EX. Outro fator importante é o uso do Kickstarter por uma grande empresa como a Square que acaba se “maquiando” quando está inserido dentro do contexto estúdios de menor nome. No final das contas, todos ganham, inclusive nós jogadores e consumidores que teremos a oportunidade de jogar novos games.
Você pode ver em detalhes como o programa Collective da Square Enix funciona através de um post que se encontra no site oficial do projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aulas de Games, Design, 3D e muito mais, Clique na imagem !

Postagens populares